BSW: Novo partido de Sahra Wagenknecht na Alemanha

21 Novembro 2023 admin 0

“Quem é realmente perseguido deve ter protecção e direito a benefícios; àqueles, porém, que vêm por causa das diferenças de bem-estar, temos de oferecer uma perspectiva no país de origem.” Assim reproduz Wagenknecht a narrativa de “refugiados económicos” e refugiados “autênticos”. Dá a impressão de que refugiados que não são perseguidos políticos evidentes podiam perfeitamente viver muito bem no seu país e só vêm para cá porque se querem valer do “nosso bem-estar“, como parasitas. É assim?