Diz a revista forbes.pt que 50 famílias detêm um património de 50 mil milhões de euros, sem contar o imobiliário e outros bens pessoais. Portanto, à vontade, um quarto do PIB nacional.
Metade da população vive na pobreza ou à beira dela. À escala mundial, igual ou pior.
Enquanto isto, e depois das recentes eleições, o novo governo, de Montenegro e da AD, promete a continuação daquilo que o PS fez nos últimos anos: menos salário, menos SNS, menos ensino. O Bloco de Esquerda perde-se nas famosas "causas" e arvora-se em defensor do “Estado de direito”, das “instituições democráticas” e da “legalidade democrática” da burguesia, da governação no marco das ordens da UE e da NATO. E o PCP, cuja crise não para de se aprofundar, continuará a esgotar o movimento sindical em jornadas e jornadinhas.
Não podemos continuar assim. Para abrir de novo o caminho de Abril, lutar determinadamente pelas reivindicações e pelo socialismo, é tempo de lançar as bases de um verdadeiro partido dos trabalhadores e da juventude, independente do Estado e do patronato. Este é o nosso apelo.

Editorial

Editorial do nº37-38 d’O Trabalho

Em Portugal, depois da “vitória da direita”, as acções, mobilizações e greves dos trabalhadores não diminuíram, pelo contrário. Muitos podem ter deixado de votar, por não acreditarem que isso mude alguma coisa. Mas cresce o número de trabalhadores e jovens que, instintivamente, sabe que só pode acreditar na sua própria força organizada. […]

Eleições “europeias”: análise dos resultados e conclusões

Actualidade

Do que os trabalhadores e a juventude urgentemente precisam é de um partido de luta de classes, que mantenha a absoluta independência da classe trabalhadora do Estado e do patronato e se bata por um governo dos próprios trabalhadores, que rompa com o colete de forças das “regras europeias”, exproprie o grande capital e ponha os recursos da nação ao serviço de todos. […]

Governo de Montenegro, “O Rural”

Actualidade

Chamámos a atenção, no anterior número d’O Trabalho, para uma nova forma de propaganda eleitoral que, tudo indica, terá ajudado muito a AD de L. Montenegro a “ganhar” as eleições legislativas: a aldrabice, no caso, a aldrabice fiscal. […]

Greve na manutenção da TAP

Em Luta

Os vários sindicatos sectoriais da TAP têm vindo a assinar novos acordos de empresa (AE) com a administração da TAP. Contudo, desde a entrada em vigor dos novos AEs, os trabalhadores notaram que tardava a sua tradução nas folhas de salário. […]

Actualidade

É uma só e a mesma guerra contra que temos de combater

A palavra de ordem “Nem um tostão, nem uma arma, nem um soldado para a guerra!” opõe-se tanto à política estrangeira de Macron e dos seus correligionários europeus ⎼ no Médio Oriente, na Europa Central ou em África… ⎼ como às suas políticas internas contra os trabalhadores e a juventude. […]

Luta de Classes

EFACEC/FUNDO ABUTRE MUTARES

Depois de centenas de “rescisões por mútuo acordo” impostas a numerosos trabalhadores da EFACEC, chegou a hora de o fundo abutre MUTARES passar à fase dos despedimentos colectivos, no processo de redução progressiva da empresa aos “activos” que possa rapidamente revender com lucro. […]

América do Sul

Revolta contra o governo de Milei

Na província de Misiones, uma semana de rebelião dos professores, motim policial e levantamento de trabalhadores da saúde, da energia e outros trabalhadores do Estado.
Em Buenos Aires violentos confrontros após aprovação da reforma do Estado de Milei […]

Internacional

Carnificina em Rafah

Por cada “acidente trágico” filmado e difundido em todo o mundo, quantos ficam invisíveis nesta ilha sitiada?
Uma só conclusão: corte imediato de todas as relações diplomáticas, militares e comerciais com o Estado de Israel!
[…]

  • Textos

    O que é o fascismo?

    Aproximam-se as eleições europeias. O Rassemblement National em França, como o Chega, em Portugal e partidos do mesmo tipo noutros países, aparecem em progressão nas sondagens. Exige-se uma reflexão sobre o que a extrema-direita representa. […]
  • Textos

    A guerra da Ucrânia

    Envolve a guerra da Ucrânia a habitual névoa de propaganda e desinformação criada pelos beligerantes. Nos países imperialistas adensa essa névoa uma campanha da comunicação social que é tão unânime como é obtusa. É importante que os militantes que se batem pelo socialismo e pelos interesses dos trabalhadores compreendam o que se joga nesta guerra e quais são os interesses envolvidos. […]
  • Textos

    Em Nome do Ambiente, o Saque do Ambiente

    “Der Spiegel” em uma reportagem sobre “o dilema da luta contra as alterações climáticas”: “(…) As tecnologias verdes (…) carecem de quantidades inimagináveis de matérias-primas (…). Para extraí-las, vai ser preciso (…) transformar regiões gigantescas em paisagens lunares.” […]
Nº 37-38 - 14 de Junho de 2024
Nº 33 - Março de 2024
Nº 261 - 26 de Abril de 2024

Por mês de publicação

Por tema

Contact Form

Subscription Form